Make your own free website on Tripod.com

figu.jpg

HOME | APRESENTAÇÃO | INSTALAÇÕES E AVES | CONTACTOS | NOTICIAS E VANDAS | ARTIGOS | LINKS | CARDUELIS CUCULLATA | CARDUELIS MEGELLANICA | CARDUELIS XANTHOGASTRA | CARDUELIS CARDUELIS | LIVRO DE VISITAS

CARDUELIS MEGELLANICA

megelm200.jpg

GENERO:sSpinus ou carduelis ESPECIE: magellanica O pintassilgo de cabeça preta ( carduelis megellanica) e uma maravilhosa ave que mede entre 10.5 e 12 centimetros. Os machos possuem penas amarelas em todo o corpo, a sua cabeça e totalmente negra, as assas estão salpicadas de negro com franjas amarelas simétricas assim como a ponta das rectrizes. As fêmeas assim como as crias jovens são totalmente amarelas com algumas franjas escuras nas assas. Esta e uma ave em que existem pelo menos catorze subespécies catalogadas, deixo aqui o nome de algumas que eu conheço: CARDUELIS MAGELLANICA MAGELLANICA CARDUELIS MAGELLANICA LONGIROSTRIS CARDUELIS MAGELLANICA TUCUMANOS CARDUELIS MAGELLANICA SIEMIRADZKII CARDUELIS MAGELLANICA ITERICA CARDUELIS MAGELLANICA ALLENI CARDUELIS MAGELLANICA BOLIVICA Sendo a longirostris considerada ate hoje como a mais pequena e com o bico mais grosso, devemos recordar que o cardinalito (carduelis cucullata) não sendo um megellanica pertence ao grupo de cabeça negra, este leque maravilhoso de aves distribuem-se actualmente pela, Venezuela, Brasil e Bolívia. Esta magnifica ave e amplamente pretendida pelo seu magnifico canto, assim como pela facilidade com que se pode reproduzir com o canário (serinus canarius) possibilitando a criação de híbridos com varias cores e um magnifico canto, por sorte sem duvida devido a sua ampla distribuição e a sua prolifera criação só o carduelis siemiradzkii se encontra e grave perigo de extinção, em grande parte devido as grandes devastações florestais, aos insecticidas e fertilizantes utilizados na agricultura dos nossos dias. Esta e uma ave que se adapta com facilidade ao cativeiro e cria com relativa facilidade em ambiente domestico, e também uma ave longívora podendo viver neste ambiente cerca de 15 anos, tudo depende do trato que lhe dermos. Através deste artigo pretendo divulgar a minha experiência na criação e manutenção destas aves. Assim costumo manter os casais separados durante o chamado período de muda para que esta se realize com tranquilidade e os machos cantem vigorosamente, quando chega o mês de Dezembro coloca o macho na gaiola onde vai criar ( utilizo uma gaiola de 100 x 45 x 35) para que este domine o seu território, no final de Fevereiro divido a gaiola em duas com uma divisória em rede onde se posam ver e coloco a fêmea e o ninho, assim que o casal se começa a entender e a fêmea mostra sinais de iniciar o ciclo reprodutivo e então o momento de retirar a divisória, e deixa-los juntos por algum tempo (20 a 30 minutos) sendo de novo separados mas agora de maneira a que não se vêem, assim o macho com o seu canto estimula a fêmea, a cada dois dias repito a operação, por vezes assim que retiro a divisória o macho procura violentamente a fêmea mas nada de preocupante pois faz parte do cortejo, logo que a fêmea coloca o primeiro ovo separo o macho de imediato pois existe o risco deste partir os ovos para poder galar novamente, e assim os mantenho ate que as crias tenham cerca de 15 dias, repetindo todo o processo na postura seguinte, utilizo um ninho um pouco mais pequeno que o utilizado para os canários o qual e forrado pelas fêmeas com sisal e algodão, este material (algodão) não serve somente para a confecção do ninho mas também como estimulo para a fêmea. Terminado o período de reprodução, todo o material utilizado assim como o local de criação deve ser lavado e desinfectado para matar todos os vestígios de coccideos, pois os megellanica requerem um alto grau de higiene, principalmente durante o desenvolvimento das crias. Sabe-se que um dos principais focos de disseminação e doenças nas criações e provocada pela falta de higiene e maus-tratos. Tipo comida que cai no fundo da gaiola e se mistura comas fezes, as gaiolas devem ter sempre uma rede de fundo para evitar o contacto das aves com os excrementos, rede esta que deve ser retirada semanalmente e trocada por outra lavada e esterilizada em estufa ou através de fogo para matar os germes, pois também nesta se acumulam fezes e restos que provocam fungos e bactérias. As crias de megellanica tal como todas as outras requerem uma grande quantidade de proteína de elevado valor biológico que as sementes só por si não tenhem. Portanto aumentar o grau de protaina na sua alimentação e de grande importância na criação destas aves, eu costumo utilizar papa seca da canary a qual junto proteína e germinado, sendo esta mudada três vezes ao dia, para alem desta papa devemos dar a fêmea tudo aquilo a que ela esta abituda a comer durante todo o ano, para que assim alimente as crias com abundância. Nas minhas observações e conversas enquanto criador destas aves, tenho reparado que a maior causa de morte esta relacionada com os coccidios e por stress, por isso as minhas aves (megellanicas) utilizo um método preventivo uma solução de baycx acompanhada com vitamina K quatro dias consecutivos de três em três messes e durante todo o ano, ate aqui os resultados tenhem sido satisfatórios Prometo desenvolver mais esta matéria futuramente. jmcarduelis